Suspeito de participar de morte de empresário em Valença é preso sete meses após crime - SAJ PUBLICIDADE

DESTAQUES

sexta-feira, 17 de abril de 2020

Suspeito de participar de morte de empresário em Valença é preso sete meses após crime


Um homem suspeito de envolvimento na morte de um empresário, ocorrida em setembro de 2019, em Valença, baixo-sul da Bahia, foi preso em Rafael Jambeiro, a 211 quilômetros de Salvador. A esposa da vítima está presa desde a época do crime, quando Liel de Jesus ainda era dado como desaparecido, antes da confirmação da morte dele.

Segundo a Polícia Civil, o suspeito, preso na quarta-feira (15), tinha um mandado de prisão em aberto e estava escondido no distrito de Maracanã, zona rural de Rafael Jambeiro.

O preso foi conduzido à delegacia de Valença, onde foi cumprida a ordem de prisão, e seguiu para o Conjunto Penal de Valença. Com a prisão, a polícia espera obter mais detalhes da dinâmica do crime.

A companheira de Liel, Mariele de Jesus Santos, foi presa suspeita de ordenar a morte do marido. Ela está no sistema prisional, aguardando julgamento.

Caso

Quando o caso ocorreu, a polícia informou que a esposa de Liel e o amante planejaram o crime porque a vítima não aceitava se separar da mulher. Não há informações sobre se o suspeito preso nesta semana seria o amante citado pela polícia na época do crime.

A polícia informou ainda que as investigações apontaram a esposa de Liel como a principal suspeita, porque ela não deu queixa do desaparecimento da vítima e mostrou comportamento frio quando foi intimada a depor na delegacia da cidade.

Ainda segundo a polícia, Mariele tem uma filha adolescente com a vítima. (G1)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe a sua opinião!