Moro e Toffoli silenciam sobre atos pró-intervenção militar - SAJ PUBLICIDADE

DESTAQUES

segunda-feira, 20 de abril de 2020

Moro e Toffoli silenciam sobre atos pró-intervenção militar


O ministro Sergio Moro (Justiça), que propagandeou neste domingo a prisão do número 2 da facção PCC, nada falou sobre os atos que pediram intervenção militar, com a participação de seu chefe no DF. Dias Toffoli, presidente do Supremo Tribunal Federal, alvo dos protestos, também não comentou os atos.

Ex-ministro do STF, Nelson Jobim afirmou em conversas reservadas nas últimas semanas que o Brasil já passou por uma série de fases, como a do autoritarismo, da coalizão, da cooptação, e que agora vive a República do conflito.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe a sua opinião!