Bancários fazem pedido de apoio da polícia e guarda municipal para as filas - SAJ PUBLICIDADE

DESTAQUES

quarta-feira, 15 de abril de 2020

Bancários fazem pedido de apoio da polícia e guarda municipal para as filas


O Sindicato dos Bancários da Bahia cobrou que o Governo do Estado e a prefeitura de Salvador disponibilizem policiais militares e guardas municipais para a organização da entrada da população nas agências do estado.

"Os recentes episódios de violência e vandalismo registrados nas filas e nas áreas de autoatendimento nas agências, revelam os riscos que já havíamos denunciado há algum tempo. "Grande parcela das pessoas está desesperada, sem ter alimentos em suas casas e sem qualquer fonte de renda. O Auxílio emergencial foi uma conquista nossa e não nos recusamos a pagar", diz trecho do pedido.

O pedido do presidente do sindicato se da pelo alto nível de stress e das grandes aglomerações. "Temos verificado, além da exposição à contaminação, bancários, clientes, vigilantes e prestadores de serviços também sofrem com episódios lamentáveis de agressão", comenta.

Para evitar incidentes como os que temos verificado nos últimos dias, o sindicato propões "que os bancos assumam sua responsabilidade contratando pessoal treinado, com devida proteção, para ajudar na organização das filas, respeitando a distância mínima de 2 metros entre as pessoas", além do auxílio da prefeitura e do governo.

"Montamos um comitê de crise com os bancos desde o início da pandemia. Estamos monitorando o funcionamento das agências em todo estado e tratando desses assuntos com as direções das empresas. Não nos recusamos a trabalhar, mas reivindicamos condições dignas para realizarmos esse atendimento", finaliza.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe a sua opinião!