Argentina proíbe demissões por 60 dias - SAJ PUBLICIDADE

DESTAQUES

quarta-feira, 1 de abril de 2020

Argentina proíbe demissões por 60 dias


O presidente da Argentina, Alberto Fernández, proibiu por 60 dias, demissões “sem justa causa ou por conta de diminuição de trabalho e força maior”. O decreto foi publicado nesta quarta-feira (1). O país segue em quarentena, pelo menos, até o dia 12 de abril.

Recentemente uma das principais empresas do país, a Techint, decidiu demitir sem justa causa, 1.450 funcionários. O presidente convenceu os diretores da empresa a readmitir os funcionários.

Além disso, Fernández liberou a transferência de 30 bilhões de pesos argentinos ao Fundo de Garantia local. O valor pode ser retirado pelas empresas como facilitador de “empréstimos a micro, pequenas e médias empresas e evitar demissões”. (Bahia.Ba)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe a sua opinião!