‘Vaza Jato’: Deltan Dallagnol tentou ocultar visita do FBI e de procuradores americanos - SAJ PUBLICIDADE

DESTAQUES

quinta-feira, 12 de março de 2020

‘Vaza Jato’: Deltan Dallagnol tentou ocultar visita do FBI e de procuradores americanos


Conversas vazadas de procuradores do Ministério Público Federal (MPF) revelaram que uma colaboração secreta da Lava Jato com o Departamento de Justiça dos EUA, o DOJ, na sigla em inglês, tentou ser ocultada pelo procurador Deltan Dallagnol, coordenador da operação. Os diálogos, analisados em parceria com a Agência Pública e divulgados pelo site The Intercept Brasil, apontam que os procuradores esconderam da Procuradoria-Geral da República (PGR) as tratativas do acordo para repatriar parte da multa bilionária paga pela Petrobras nos Estados Unidos para, mais tarde, lançarem o projeto de uma fundação gerida pela força-tarefa para o “combate à corrupção”.

Os diálogos teriam ocorrido em 2015, durante o governo da então presidente Dilma Rousseff (PT). Segundo a Vaza Jato, Deltan Dallagnol iniciou as tratativas com representantes do Departamento de Justiça dos Estados Unidos em outubro daquele ano, quando uma missão estadunidense esteve no Brasil.

À época, ao menos 17 americanos viajavam para a sede do MPF em Curitiba para quatro dias de reuniões com a força-tarefa. Deltan tentou manter sigilo, mas a visita vazou para jornalistas. E foi pela imprensa que o Ministério de Justiça – comandado pelo petista José Eduardo Cardozo – soube da vinda dos investigadores estrangeiros quando eles já estavam no Brasil.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe a sua opinião!