Trump sobre o Covid-19: “Orem para a mão curadora de Deus ser colocada nas pessoas” - SAJ PUBLICIDADE

DESTAQUES

quarta-feira, 18 de março de 2020

Trump sobre o Covid-19: “Orem para a mão curadora de Deus ser colocada nas pessoas”


O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, está tomando todas as providencias necessárias para proteger a sua população contra os danos causados pelo novo coronavírus, incluindo medidas sanitárias, investimento nos esquipamentos de saúde, mas também o emprego da fé em Deus como uma arma real.

Neste sentido, Trump criou o Dia Nacional de Oração no dia 15 de março, mas dessa vez em referencia ao combate ao vírus. O anúncio foi feito no domingo através das suas redes sociais.

“É minha grande honra declarar o domingo, 15 de março, como um Dia Nacional de Oração. Somos um país que, ao longo de nossa história, buscou a Deus proteção e força em tempos como esses”, declarou o presidente no Twitter, segundo o MSN.

“Não importa onde você esteja, encorajo você a se voltar para a oração em um ato de fé. Juntos, vamos facilmente prevalecer!”, completou o americano. O Dia Nacional de Oração já é celebrado anualmente nos Estados Unidos, sempre em 1° de maio, mas ao que tudo indica o 15 de março ficará marcado pelo combate ao Covid-19.

Trump lembrou que é tradição dos norteamericanos o exercício da fé em situações de crise. “Nos tempos de maior necessidade, os americanos sempre se voltaram para a oração para ajudar a guiar-nos através de provações e períodos de incerteza”, disse ele em um discurso feito no domingo, 15.

“Enquanto continuamos a enfrentar os desafios únicos impostos pela pandemia de coronavírus, milhões de americanos não conseguem se reunir em suas igrejas, templos, sinagogas, mesquitas e outras casas de culto, mas neste momento,não devemos deixar de pedir a Deus mais sabedoria, conforto e força, e devemos orar especialmente por aqueles que sofreram danos ou que perderam entes queridos”, completou.

O juiz Marcelo Bretas, responsável pela operação Lava Jato no Rio de Janeiro, comentou a declaração de Trump em sua conta no Twitter, citando um versículo bíblico que se encontra em 2 Crônicas 7:14, o qual diz:

“E se o meu povo, que se chama pelo meu nome, se humilhar, e orar, e buscar a minha face e se converter dos seus maus caminhos, então eu ouvirei dos céus, e perdoarei os seus pecados, e SARAREI A SUA TERRA”. Bretas ainda destacou: “Eu creio nas promessas de Deus”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe a sua opinião!