"Se tiver que sair na mão, a gente sai", esbraveja Marcos Mendes contra Sidninho - SAJ PUBLICIDADE

DESTAQUES

quarta-feira, 4 de março de 2020

"Se tiver que sair na mão, a gente sai", esbraveja Marcos Mendes contra Sidninho


O vice-líder do bloco parlamentar de oposição, Marcos Mendes (PSOL), subiu o tom ao rebater o discurso do líder da bancada oposicionista, Sidninho (Podemos) - que, mais cedo, se defendeu dascríticas por ter subido ao palanque do prefeito ACM Neto (DEM) em uma cerimônia na Mata Escura.

"As pessoas precisam ter maturidade. A gente não faz críticas pessoais. A gente faz críticas políticas", disparou Mendes na sessão ordinária desta quarta-feira (4) a respeito da nota divulgada pelo bloco mais cedo condenando a atitude de Sidninho.

"Sou do diálogo, mas também sou da queda de braço. Se tiver que sair na mão fora daqui, a gente sai também", completou o psolista. O presidente da Casa, Geraldo Júnior (SD), pediu para que a ameaça fosse retirada da ata da sessão.

Sidninho surpreendeu ao subir no palanque carlista durante assinatura da ordem de serviço das obras da ligação Mata Escura a BR-324, na última terça (3). Em discurso, o edil justificou a atitude argumentando que a a verba foi destinada para a obra por uma emenda do presidente do Podemos Bahia, deputado federal Bacelar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe a sua opinião!