OMS passa a considerar como ‘muito alta’ ameaça internacional do coronavírus - SAJ PUBLICIDADE

DESTAQUES

sexta-feira, 28 de fevereiro de 2020

OMS passa a considerar como ‘muito alta’ ameaça internacional do coronavírus


A Organização Mundial da Saúde (OMS) considera como ‘muito alta’ a ameaça internacional do novo coronavírus. O diretor-geral da entidade, Tedros Adhanom Ghebreyesus explica que isso se deu em razão do aumento contínuo no número de casos da doença.

“Nossos epidemiologistas estão monitorando os desdobramentos, e agora aumentamos nossa avaliação do risco de espalhamento e o risco de impacto do covid-19 para muito alta num nível global”, diz ele. As informações são da Folha de S.Paulo.

Até então, o novo coronavírus deixou mais de 83 mil pessoas infectadas e matou mais de 2,8 mil, a maioria na China. Do total há cerca de 4 mil casos em 49 países, e 67 mortes.

Apesar de ser o epicentro da epidemia, autoridades chinesas assistem ao recuo no número de casos registrados. Nas últimas 24 horas, foram 329 casos da doença, o menor número em um mês. Por outro lado, 24 casos foram exportados da Itália para 14 países; e 97, do Irã para 11 países.

“Não vemos evidência ainda de que o vírus está se espalhando livremente nas comunidades. (…) Ainda temos chance de conter o coronavírus se ações robustas forem tomadas para detectar casos de forma precoce, isolar os pacientes e cuidar deles e rastrear os contatos”, explica Ghebreyesus.

De acordo com o gestor, mais de 20 vacinas contra o coronavírus estão sendo desenvolvidas no mundo. Os primeiros resultados devem sair nas próximas semanas. (bahia.ba)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe a sua opinião!