Mãe de adolescente vítima de agressões e insultos racistas por PM registra denúncia na Corregedoria - SAJ PUBLICIDADE

DESTAQUES

terça-feira, 4 de fevereiro de 2020

Mãe de adolescente vítima de agressões e insultos racistas por PM registra denúncia na Corregedoria


A mãe do adolescente negro de 16 anos vítima de agressões durante abordagem da Polícia Militar está na Corregedoria Geral da PM, na tarde desta terça-feira (4), no bairro da Pituba, para registrar denúcia contra o policial autor da violência.

O caso ocorreu na noite do último domingo (2), em Paripe, Subúrbio Ferroviário, e foi gravado de dentro de um imóvel.

O vídeo mostra um policial agredindo o adolescente ao revistá-lo. O PM arranca o boné do jovem e desfere três socos e chutes contra ele, além de proferir insultos racistas: "Você pra mim é um ladrão. Você é vagabundo! Essa desgraça desse cabelo. Tire aí [o boné], vá! Essa desgraça aqui! Você é o quê? Você é trabalhador é, viado?".

Em nota, a Polícia Militar da Bahia informou que o vídeo já foi encaminhado para a Corregedoria para ser analisado e afirmou que assim que houver resposta do caso, responderá. "O vídeo será encaminhado para a Corregedoria para que seja analisado. Assim que tivermos o retorno responderemos. A PM não preconiza com a violência e rechaça todo e qualquer tipo conduta violenta. Os fatos serão apurados", afirmou.

Em entrevista à RecordTV Itapoan, o Comandante de Policiamento Especializado (CPE), coronel Humberto Sturaro, afirmou que a Polícia Militar convidará o jovem para uma visita ao Quartel do Comando Geral da PM (QCG), no Largo dos Aflitos, onde a Polícia Militar fará um pedido de desculpas oficial pela abordagem violenta.

Também em participação na Record, o adolescente afirmou que, após os insultos, pretende cortar o cabelo. Segundo Sturaro, o PM autor das agressões será afastado da corporação.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe a sua opinião!