Ex-palhaço Bozo grava vídeo em apoio a Bolsonaro, “Tenha orgulho porque estão te chamando de uma pessoa boa” - SAJ PUBLICIDADE

DESTAQUES

quinta-feira, 27 de fevereiro de 2020

Ex-palhaço Bozo grava vídeo em apoio a Bolsonaro, “Tenha orgulho porque estão te chamando de uma pessoa boa”


O presidente Jair Bolsonaro compartilhou nas redes sociais, na tarde desta quarta-feira (26), um vídeo gravado por Wanderley Tribeck, o ex-palhaço Bozo. Na legenda, o presidente escreveu: “Assista a mensagem do Bozo dirigida a Jair Messias Bolsonaro. Um exemplar profissional da alegria que encantou as crianças nos anos 80”. Na gravação, Tribeck defende o chefe do Executivo. Ele diz que Bolsonaro deve se ‘orgulhar’ da comparação feita entre eles e que a esquerda elogia o presidente quando assim o chama.
“Resolvi gravar esse vídeo por causa dessas coisas que estão acontecendo nesse carnaval e já há muito tempo, que as pessoas vêm chamando o presidente da República de palhaço Bozo. Eu sou o primeiro palhaço Bozo do Brasil, fiz todo aquele sucesso nos anos 80, conquistei cinco troféus imprensa, conquistei três discos de ouro e três de platina. Fui embaixador da Boa Vontade da Unesco nos EUA. O meu nome foi parar na calçada da fama, em Los Angeles, porque fui considerado o maior palhaço do mundo. Não foi o maior palhaço de Santa Catarina, Rio Grande do Sul, Paraná, Rio de Janeiro, São Paulo. Não, foi o maior palhaço do mundo. Eu fui o maior palhaço do mundo. Portanto, a esquerda está elogiando o nosso presidente quando chamam ele de Bozo, porque o Bozo conquistou uma legião de amigos”, apontou.Continua depois da publicidade

O artista ainda emendou: “As crianças que hoje têm seus 40, 45 anos, amaram o Bozo e continuam amando. Portanto, se o Bozo virou um ídolo da criançada, o Bozo fez bem para o país. O Bozo foi bom para as famílias. O Bozo era a continuação do lar das pessoas, o Bozo não fazia nada de maldades. Portanto, Bolsonaro, tenha orgulho quando te chamam de Bozo, porque estão te chamando de uma pessoa boa, concluiu. Tribeck deixou a carreira de palhaço, hoje atua como pastor.
Carnaval politizado
Não faltaram menções ao presidente Jair Bolsonaro nos desfiles das escolas de samba neste carnaval. No último dia 21, no primeiro desfile da Série A (acesso) do Rio de Janeiro, a Acadêmicos de Vigário Geral levou ao Sambódromo uma escultura de um palhaço com terno, gravata, faixa presidencial e imitando um gesto típico do presidente, o gesto de uma arma com as mãos. O personagem em questão se assemelha ao Bozo, justamente um dos apelidos utilizados pelos adversários nas redes sociais para se referir ao presidente Bolsonaro. (Correios Brasiliense)


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe a sua opinião!