Delação de Sérgio Cabral tem ministros do STJ e TCU, advogados e políticos - SAJ PUBLICIDADE

DESTAQUES

domingo, 9 de fevereiro de 2020

Delação de Sérgio Cabral tem ministros do STJ e TCU, advogados e políticos


Na semana passada o Supremo Tribunal Federal (STF) homologou a delação premiada de Sérgio Cabral, onde ele nomeia algumas bancas que foram usadas para o recebimento de propinas direcionadas a dois ministros do STJ — um deles, Humberto Martins, atual corregedor nacional de Justiça.

Segundo informações de Lauro Jardim, de O Globo, o documento cita ainda alguns ministros do TCU. Entre eles, Bruno Dantas, Vital do Rêgo e Aroldo Cedraz.

A delação explica em datalhes a compra do apoio do PSD à candidatura de Luiz Fernando Pezão ao governo do Rio de Janeiro em 2014. Ainda de acordo com o documento, a negociação dos valores da propina foi feita diretamente com Gilberto Kassab e Índio da Costa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe a sua opinião!