OAB vai pedir investigação de procuradores que interceptaram conversas de Lula - SAJ PUBLICIDADE

DESTAQUES

quinta-feira, 7 de novembro de 2019

OAB vai pedir investigação de procuradores que interceptaram conversas de Lula


A Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) afirmou que vai entrar com um pedido para que o Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP) investigue procuradores da Operação Lava Jato que interceptaram conversas de advogados com o ex-presidente Lula, com o objetivo de traçar estratégias contra o petista.

As conversas de Lula com o advogado Roberto Teixeira foram grampeadas em 2016 e nelas o jurista sugeria que o ex-presidente acionasse aliados para conversar com a ministra do Supremo Tribunal Federal (STF), Rosa Weber, que analisaria o pedido para suspender as investigações contra o político.

As mensagens obtidas pelo site The Intercept mostram que Deltan Dallagnol e outros procuradores discutiram o assunto exaustivamente e enviaram o conteúdo do grampo ao então juiz Sergio Moro e, após isso, procuraram a ministra.

“O grampo ilegal, que violava o sigilo entre advogado e cliente, foi utilizado para planejar as estratégias jurídicas da Lava Jato”, declarou o presidente da OAB, Felipe Santa Cruz. O ministro da Justiça e Segurança Pública e os procuradores afirmam que não discutiram o tema com a ministra.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe a sua opinião!