Novo presidente do PT, Ademário Costa chama unidade para derrotar ACM Neto - SAJ PUBLICIDADE

DESTAQUES

segunda-feira, 23 de setembro de 2019

Novo presidente do PT, Ademário Costa chama unidade para derrotar ACM Neto


Em eleição realizada no último domingo (22), o cientista social Ademário Costa foi escolhido novo presidente do diretório do Partido dos Trabalhadores (PT) em Salvador. Ao todo, foram 1.767 votos favoráveis ao petista, que disputou o segundo turno com o atual presidente Gilmar Santiago.

A aliança em torno de Costa já havia conquistado, no primeiro turno do PED, a maioria dos diretórios zonais e a maioria do diretório municipal.

Após a finalização da apuração, em ato comemorativo no Largo de Dinha, reduto tradicional da esquerda soteropolitana, o novo presidente da legenda defendeu unidade petista para derrotar o atual prefeito da capital. “Nós vamos derrotar ACM Neto nas ruas, vamos liderar uma grande frente de esquerda em torno de um programa democrático e popular para desprivatizar a cidade do Salvador. Nossa luta é para devolver a cidade para o povo, para sua maioria pobre, negra, desempregada e favelada. Esse é o compromisso do PT que saiu das urnas no dia 8 de setembro e confirmado no último domingo”, enfatizou Costa.

O novo presidente do PT concluiu reforçando que, à frente de tudo isso, sua gestão erguerá a bandeira pela liberdade do presidente Lula, convocando a unidade do partido.

Ademário contou com apoio do deputado federal Jorge Solla, dos deputados estaduais Marcelino Galo, Jacó, Rosemberg, dos vereadores Suica e Moisés, da ex-vice-prefeita de Salvador Bete Wagner, do presidente estadual da sigla, Everaldo Anunciação, e do ex-presidente da Petrobrás, José Sérgio Gabrielli. Além dos movimentos sociais e comunitários, movimentos LGBT, movimentos estudantil, juventude petista, ambientalistas, movimentos comunitários, coletivos de ação Lula Livre, dos presidentes de diretórios zonais do PT, movimento sindical e popular e do movimento negro soteropolitano.

Perfil
O novo presidente do PT tem 45 anos, é cientista social, formado pelo UFBA, foi vice-presidente da União Nacional dos Estudantes (UNE), foi membro convidado da Executiva Nacional do PT, do Diretório Nacional do PT, foi vice-presidente do PT da Bahia e é militante do Movimento Negro Unificado (MNU). Atualmente é do Diretório Estadual do partido. Foi uma das principais lideranças estudantis nas manifestações pela cassação de ACM no episódio do painel do Senado Federal.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe a sua opinião!