Ex-major do Corpo de Bombeiros é condenado a mais de 15 anos de prisão por matar esposa em escola - SAJ PUBLICIDADE

DESTAQUES

terça-feira, 17 de setembro de 2019

Ex-major do Corpo de Bombeiros é condenado a mais de 15 anos de prisão por matar esposa em escola


O ex-major do Corpo de Bombeiros, Valdiógenes Almeida Cruz Junior, foi condenado a 15 anos e um mês de prisão no julgamento realizado nesta terça-feira (17). Ele matou a esposa, a professora Sandra Denise Costa Alfonso,a tiros a esposa, dentro de uma escola no bairro de Castelo Branco.

No dia do crime, o bombeiro levou a vítima ao trabalho pela manhã e retornou pouco antes do almoço. Ele encontrou com Sandra em um dos corredores, a abraçou e levou para uma sala de aula que estava vazia e atirou contra ela. Após o crime, Valdiógenes fugiu pulando o muro da escola e só se apresentou à polícia três dias depois.

Os dois eram casados há 21 anos e tinham uma filha de 14. Mensagens no aplicativo WhatsApp teriam motivado o crime.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe a sua opinião!